14 de julho de 2024

Pastor evangélico que estuprou neta dos 6 aos 9 anos é preso em AL

Cícero Domingos congregava em Maceió e cometia os abusos em Arapiraca, na ausência dos pais da criança

Por: Valdir Justino

Foragido da Justiça, um pastor de uma igreja evangélica foi preso pela Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), nessa terça-feira (23/4), no Alto do Cruzeiro, em Arapiraca (AL). Cícero Domingos da Silva, 73 anos, havia sido condenado por ter estuprado a própria neta dos 6 aos 9 anos.

De acordo com informações do delegado regional da cidade, Edberg de Oliveira, os abusos foram descobertos em 2014, quando o acusado exercia a função de pastor evangélico, em Maceió, e aproveitava para cometer os abusos sexuais em Arapiraca, na ausência dos pais da criança.

“Ele congregava em Maceió e, nos dias de folga, vinha para Arapiraca, na casa de um filho, e aproveitava a saída dos genitores para ficar com duas crianças, uma de dois e outra de 6 anos, sendo esta o alvo do criminoso”, informou o delegado.

Os abusos, segundo Edberg, eram frequentes, tendo a neta sido vítima do pastor dos seis aos nove anos de idade. “Ele pegava nos seios, tocava nos órgãos genitais, além de outras práticas sexuais. Porém, o crime foi descoberto pela própria mãe e nora dele, que voltou para casa e flagrou uma das ações criminosas”.

O delegado enfatizou à reportagem que Cícero já vinha sendo procurado, mas sempre alterava o endereço, desde quando foi informado sobre o mandado da sentença condenatória, tendo deixado, inclusive, a congregação.

“Ontem demos cumprimento ao mandado de prisão e ele foi encaminhado ao sistema prisional. Independentemente de ser idoso, a punibilidade é a mesma, o tratamento é o mesmo, respeitando, claro, os direitos assegurados pela lei”, frisou.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn