17 de julho de 2024

Corpo de Bombeiros é acionado para socorrer vítima de afogamento em Goianésia

De acordo com os bombeiros, durante o nado de aproximação, os socorristas perceberam que a vítima estava submergindo, ora afundava, ora permanecia em flutuação

Por: Valdir Justino

Na tarde desta segunda-feira, 03, o Corpo de Bombeiros realizou uma verdadeira força tarefa para resgatar um motonauta que se afogava na Lagoa Princesa do Vale, região norte de Goianésia. O rapaz de 27 anos, identificado como Paulo Henrique Ribeiro de Jesus, foi resgatado com vida e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebeu os cuidados médicos adequados.

No momento do incidente, de acordo com os bombeiros, Paulo Henrique pilotava um Jet Ski, porém, informações extraoficiais dão conta que o veículo apresentou problemas, fazendo com seu piloto caísse nas águas e começasse a se afogar.

A Corporação foi acionada por volta de 14h14, e a ação de resgate durou por aproximadamente 45 minutos. Neste período, oito bombeiros (MAJ Dutra, TEN Éder, TEN Merlim, ST João Manoel, SGT Osman, SGT Joaquim Neto, CB Marcelo, e CB Miguel) atuaram no socorro da vítima, e na retirada do Jet Ski, que estava parcialmente submerso. Os militares contaram ainda com o apoio de banhistas.

Após serem acionadas via 193, as equipes de resgate deslocaram para o local, onde se depararam com uma pessoa no meio do lago, há aproximadamente 10m de um Jet Ski, que estava submergindo. De imediato, o MAJ Dutra, TEN Eder (com um cabo da vida – espécie de corda), TEN Merlin e SGT Joaquim, adentraram à água e nadaram em direção à vítima, que estava há aproximadamente de 150m da margem.

De acordo com os bombeiros, durante o nado de aproximação, os socorristas perceberam que a vítima estava submergindo, ora afundava, ora permanecia em flutuação. Por outro lado, aproximava um terceiro homem que tinha ao seu lado um pneu como “meio de fortuna”. Neste momento, o TEN Eder se aproximou da vítima junto com o homem, que já estava exausto. O militar abordou a vítima, que informou que “não estava mais conseguindo manter-se por cima da água”.

Em seguida, o militar fez a abordagem por trás da vítima, segurando-a junto ao pneu e passou o cabo da vida em volta das axilas da vítima para ter uma maior segurança, caso a vítima não desse conta de se manter fixa junto ao pneu, uma vez que a vítima estava com dificuldades para verbalizar com possível grau três de afogamento.

No momento do resgate, uma terceira pessoa, pilotando uma moto aquática aproximou-se, instante em que o TEN Eder e o MAJ Dutra colocaram a vítima no veículo, que foi conduzido pelo MAJ Dutra até a margem da lagoa, enquanto o TEN Eder segurava a vítima sobre a moto, que foi entregue à equipe de resgate (UR-297).

Após os procedimentos de primeiros socorros, a vítima foi transportada para a UPA e entregue à equipe médica de plantão. Posteriormente, despois de ser estabilizada, foi liberada.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn