23 de julho de 2024

Caiado ressalta resultados de integração entre polícias em Goiás

Por: Valdir Justino

Governador Ronaldo Caiado na assinatura do termo de cooperação técnica com a PRF, em dezembro: ação conjunta reflete política de segurança pública austera e séria

Operação Desmantelo, que combate comércio ilegal de peças de veículos roubados fora do estado, mostra resultado de termo de cooperação firmado entre Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF)

O trabalho integrado entre todas as polícias de Goiás, incentivado pelo governador Ronaldo Caiado, demonstra resultados e um combate incisivo à criminalidade. O exemplo mais recente é a Operação Desmantelo, realizada pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), Polícia Científica e Polícia Rodoviária Federal (PRF), que resultou na prisão de 20 pessoas até o momento, suspeitas de envolvimento em furto e roubo de veículos.

Os automóveis foram roubados fora de Goiás e as peças tinham como destino o comércio da no setor Vila Canaã, em Goiânia. Na manhã desta quinta-feira (25/01), as equipes ainda cumprem parte dos 35 mandados de prisão expedidos pela Justiça. Também estão sendo cumpridos, desde terça-feira (23/01), 118 mandados de busca e apreensão, em uma das maiores ofensivas já realizadas contra esta modalidade de crime na região, conforme as forças policiais. Foram apreendidas 9 armas de fogo e identificados 17 veículos de uso pessoal roubados, 8 deles sendo desmanchados.

O governador ressaltou a atuação conjunta e destacou que a operação é uma das primeiras realizadas após assinatura de Termo de Cooperação entre a Secretaria de Segurança Pública de Goiás e a PRF, em dezembro de 2023. “Aqui as forças são preparadas e agem em conjunto. Isso acontece quando há uma política de segurança pública austera e séria. Assim temos o que mais nos interessa: resultado concreto e segurança para nossa população”, salienta.

Cinco caminhões baús com peças foram apreendidos. Os veículos traziam itens de cerca de 50 veículos furtados e roubados no estado de São Paulo. Conforme a investigação, eles eram despachados de São Paulo carregados por cerca de R$ 70 mil. Já em Goiânia eram vendidos por cerca de 80 mil. No entanto, o valor de mercado dos veículos antes do desmanche chegava a cerca de R$ 800 mil.

Delegada Rafaela Azzi afirma que houve mudança de comportamento das quadrilhas em função da forte repressão ao crime em Goiás.

A delegada Rafaela Azzi, que chefia a investigação, destaca que a mudança de comportamento das quadrilhas, ao deslocar os crimes para outros estados, trazendo veículos já desmontados, ocorre em função da política de tolerância zero à criminalidade em Goiás. Entre 2018 e 2023, a redução do número de furtos e roubos de veículos chegou em torno de 90% em território goiano.

Agentes da PCGO, Polícia Científica e PRF em atividades conjuntas da Operação Desmantelo

“Antes tínhamos aqui um número alto de furto e roubo. Em função da redução dos crimes, do incremento dado pelo Governo do Estado para a segurança pública, que resultou nessa redução, creio que passaram a comprar esses componentes veiculares de outros estados, especialmente São Paulo”, destacou Rafaela Azzi.

Governador Ronaldo Caiado na assinatura do termo de cooperação técnica com a PRF, em dezembro: ação conjunta reflete política de segurança pública austera e séria.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Fotos – Polícia Civil

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn