14 de julho de 2024

Show de Madonna tem palavrão, nudez e insinuações de sexo

Apresentação que durou pouco mais de duas horas teve inúmeros momentos polêmicos

Por: Valdir Justino

Na web, internautas utilizaram termos como “Sodoma e Gomorra” e “libertinagem” para comentar o show da cantora Madonna que aconteceu neste sábado (4) na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. No palco, o que foi visto durante a performance da artista norte-americana foram diversos momentos de insinuação de sexo, nudez, palavrão e a já usual utilização de símbolos religiosos.

O show, previsto para ser iniciado às 21h45, começou às 22h47, com mais de uma hora de atraso, quando Madonna surgiu de preto e com uma auréola na cabeça para cantar Nothing Really Matters. Após as primeiras músicas, a cantora parou para interagir com o público e lançou um palavrão para elogiar o Rio de Janeiro.

– Ca****o. É o lugar mais lindo do mundo. Isso é mágico, obrigada – disse.

Em outro momento, enquanto cantava Like a Prayer, a artista fez a já usual apropriação de símbolos cristãos, como cruzes e incensários, além de trazer pessoas encapuzadas da cabeça aos pés, enquanto fazia danças sensuais. Já em Erotica, houve um dos momentos mais polêmicos do show, quando Madonna insinuou, junto com uma dançarina, um momento de masturbação.

A apresentação também não economizou nos beijos homossexuais, tanto entre homens quanto entre mulheres. Em um deles, a própria Madonna deu um beijo na boca de uma dançarina durante a música Hung Up, que, por sinal, trouxe bailarinas mulheres com os seios à mostra. A transmissão da TV Globo também exibiu alguns beijos gays na plateia.

Outro momento de insinuação erótica aconteceu em Vogue, parte do show que contou com a participação da cantora Anitta. Durante a música, a brasileira atuava como jurada de uma espécie de competição em que ela e Madonna atribuíam notas para apresentações de dançarinos. Em determinado momento, bailarinos fizeram insinuações de sexo oral nas duas cantoras.

Quem também surgiu no palco em manifestações sensuais minutos depois foi Pabllo Vittar. Durante a canção Music, Pabllo apareceu de camiseta da Seleção Brasileira de Futebol e fez danças provocativas com Madonna, chegando a carregá-la no colo. Ao longo da apresentação, fotos de personalidades brasileiras foram mostradas, entre elas a de Marielle Franco, vereadora carioca assassinada em 2018.

De acordo com a Riotur, empresa pública da cidade do Rio de Janeiro encarregada da promoção da cidade no Brasil e no exterior, cerca de 1,6 milhão de pessoas estiveram na capital fluminense acompanhando o show, que terminou por volta de 1h da madrugada deste domingo (5).

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn