17 de julho de 2024

RS nega que Madonna doou R$ 10 milhões às vítimas do estado

“Não tivemos registro dessa doação”, declarou Secom

Por: Valdir Justino

O governo do Rio Grande do Sul negou que a cantora Madonna tenha doado R$ 10 milhões para auxiliar as vítimas da calamidade climática que atinge o estado. A Secretaria de Comunicação (Secom) sulista informou ter verificado que não há registros de Pix feitos no nome da artista, nem qualquer doação nessa quantia.

– Não tivemos registro dessa doação no Pix do SOS Rio Grande do Sul – disse ao Notícias da TV, referindo-se à conta oficial anunciada pelo governo para reunir contribuições.

Os boatos foram propagados após o colunista Erlan Bastons, do portal Em Off, noticiar que a celebridade havia enviado mais da metade do cachê que recebeu pelo show no Rio de Janeiro, mas que optou por manter a ação em segredo. Pela apresentação carioca, Madonna recebeu cerca de R$ 17 milhões.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), informou, nesta quarta-feira (8), que o Pix de doações divulgados pelo governo já conseguiu arrecadar R$ 70 milhões, mas que o valor não será usado neste momento.

Em entrevista à CNN Brasil, o político esclareceu aos brasileiros que a conta bancária recebedora dessas doações não pertence ao governo, mas sim a uma entidade privada que fará a destinação dos valores para a reconstrução do estado.

Até o momento, foram identificados 107 mortes e 128 desaparecimentos em decorrência das enchentes. A tragédia afetou 417 municípios, deixando 163 mil desalojados e 66 mil em abrigos públicos. De acordo com estimativa das prefeituras, cerca de 100 mil residências foram destruídas ou danificadas pela calamidade.

AJUDE O RIO GRANDE DO SUL
Com 70% de seu território afetado pela calamidade climática, o estado sulista sofre com severos estragos, e sua ajuda é fundamental para que as vítimas possam recomeçar suas vidas. Uma das formas de fazer doações é o financiamento coletivo criado pelo influenciador Badin, o Colono. 

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn