14 de julho de 2024

Já são três assediadas pelo Personal Trainer, um transgressor da lei

Por: Valdir Justino

Uma terceira mulher denunciou ter sido abusada sexualmente pelo Personal Trainer Bruno Fidelis, de 41 anos, acusado de importunação sexual contra ex-alunas.

Segundo o delegado Alex Miller, a vítima também disse que os crimes foram cometidos durante uma avaliação física.

Bruno foi preso no último dia 21 de maio, em Caldas Novas, no sul de Goiás, no mesmo dia em que a primeira mulher o denunciou.

Conforme o delegado, a primeira vítima relatou que o Personal Trainer acariciou os seios dela por baixo do biquíni e tentou beijá-la enquanto registrava as imagens e medições do corpo da jovem de 22 anos.

Após a denúncia da primeira vítima, segundo o delegado, outras duas mulheres também procuraram a

Polícia Civil (PC) para denunciar o Personal Trainer.

Miller disse que os crimes contra as outras duas mulheres ocorreram nos anos de 2021 e 2023 e frisou que Bruno agiu da mesma forma com as três vítimas.

O delegado destacou ainda que as vítimas têm a mesma faixa etária e que todas receberam mensagens de Bruno após os crimes.

As três denúncias estão no inquérito policial que apura o indivíduo Personal.

A polícia não forneceu mais detalhes sobre o crime contra a terceira mulher que registrou uma queixa.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn