17 de julho de 2024

Disputa Eleitoral Acirrada em Uruaçu: Machadinho e Oziris Ribeiro se Aproximam nas Pesquisas

#Pesquisa Aponta Crescimento de Oziris Ribeiro e Declínio de Machadinho nas Intenções de Voto em Goiás

Por: Valdir Justino

Pesquisa do Instituto DADOS, registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) sob o número GO-00442-2024, com 542 entrevistados nos dias 18 e 19 de maio, revela uma diferença de apenas 8,86% entre o pré-candidato do MDB, Azarias Machado, e Oziris Ribeiro, do União Brasil.

Machadinho: 40,96%
Oziris Ribeiro: 32,10%

Oziris Ribeiro, que iniciou sua pré-campanha com apenas 5,6% das intenções de voto, agora atinge 32,10%, representando um crescimento significativo de quase 30%. Em contraste, Machadinho, que na primeira pesquisa DADOS liderava com mais de 50%, viu sua popularidade cair para 40,96%. A pesquisa também indica que 9,41% dos eleitores não escolheram nenhum dos candidatos e 17,53% ainda estão indecisos.

Especialistas em pesquisas eleitorais consideram preocupante para Machadinho o fato de que quase 30% dos eleitores ainda não decidiram ou não escolheram nenhum candidato, especialmente porque ele já é uma figura conhecida, tendo disputado três eleições anteriores. O Instituto DADOS confirma o crescimento de Oziris Ribeiro, que já havia sido apontado pelos Institutos SERPES e VERITÁ em dezembro de 2023.

Na pesquisa espontânea, Machadinho possui 33,39% das intenções de voto, seguido por Oziris Ribeiro com 23,43%, Taroba com 1,29%, Cristiano da Aciau com 0,74%, nenhum com 14,39% e 26,75% de eleitores indecisos.

Em um cenário com múltiplos candidatos, Machadinho lidera com 40,22%, seguido por Oziris Ribeiro com 29,89%, Taroba com 2,77%, Cristiano da Aciau com 1,85%, nenhum com 8,12% e 17,16% de indecisos.

Um cientista político consultado pelo Instituto DADOS afirma que a virada dos números a favor de Oziris Ribeiro está próxima de acontecer. Segundo esse especialista, o pré-candidato do União Brasil deverá iniciar a campanha empatado ou até mesmo liderando as pesquisas.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA:

Facebook
Twitter
LinkedIn